O que mudar quando não consigo mudar?

Todo mundo tem alguma coisa que incomoda ou que não vai bem no dia adia. É muito mais comum do que você imagina. E é bem na hora que a gente decide mudar isso que nos incomoda que percebemos como pode ser difícil.

A boa notícia é que, mesmo que sejam muitos problemas, todos eles podem ser resolvidos. Até aqueles bem difíceis, que a gente não sabe nem por onde começar.

E por falar em começar, o primeiro passo para mudar é procurar manter a calma e descrever corretamente o que está acontecendo. Procure entender quando e como esse problema começou, qual foi a sua participação (se houve alguma participação sua), quais as consequências e a quem afeta. Tudo de maneira objetiva e concreta, descrevendo as coisas como são e não a sua opinião a respeito delas.

Lembre-se que nem tudo está sob nosso controle, nem tudo podemos mudar. Principalmente o que está fora da gente, o que é opinião ou comportamento dos outros ou característica do ambiente. Mas o que nos dá o absoluto poder de assumir as rédeas de nossa vida é fato que a nossa forma lidar com tudo isso pode mudar. Podemos tentar lidar de muitas maneiras diferentes, analisando cada uma antes e observando a consequências dos nossos comportamentos. O importante é você agir. Só assim tudo pode mudar. Os problemas não se resolvem sozinhos. Depende exclusivamente de você mudar o que problema que te afeta. Não procure a resposta fora de você. A resposta é o seu comportamento. Mude como pensa, mude com faz. É só começar, ou continuar. Siga sempre em frente. A cada passo que damos, mudamos o mundo onde vivemos.

Um trecho da música “Até quando?”, de Gabriel o Pensador, dá o recado muito bem:
“Muda, que quando a gente muda o mundo muda com a gente

A gente muda o mundo na mudança da mente

E quando a mente muda a gente anda pra frente

E quando a gente manda ninguém manda na gente!

Na mudança de atitude não há mal que não se mude nem doença sem cura

Na mudança de postura a gente fica mais seguro

Na mudança do presente a gente molda o futuro!”

Professor Me. Carlos Henrique da Costa Tucci – CRP 06/81142.
Psicólogo analítico-comportamental. Mestre em Educação Especial pela UFSCar, Especialista em Psicologia Clínica pelo PSICOLOG. Diretor Geral da FAPSI -Faculdade PSICOLOG. Coordenador e docente da Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas da FAPSI. Editor Executivo da Revista Científica PSICOLOG – ISSN 1983-6872. Mais de 20 anos de experiência profissional como gestor em empresas de médio e grande porte do interior de São Paulo.

× Como podemos ajudá-lo?